top of page

HISTÓRICO |2023

EXPOSIÇÃO TECNO BARCA BAILIQUE

A Exposição Tecno Barca Bailique apresenta uma proposta expográfica que busca a experiência prazerosa do visitante, num espaço incentivador da produção criativa e valorizadora das habilidades dos povos originários e das comunidades ribeirinhas da região amazônica amapaense. Composta por 23 obras (fotografias, vídeos e instalação sonora) de 10 artistas atuantes em diversas regiões do Brasil e do exterior, que, ao longo dos últimos 10 anos (2012 a 2022) participaram da Residência Artística Tecno Barca no Arquipélago do Bailique, situado entre o oceano atlântico e o rio amazonas no litoral do Amapá.

Tecno Barca Bailique oferece ao público a oportunidade de se deliciar com a magia natural de um Arquipélago amazônico, mas, também coloca em evidência os problemas socioambientais enfrentados: fenômeno das terras caídas, salinização da água doce do rio amazonas, escassez de energia elétrica, coleta de lixo precária e violências sociais.

 

A presente Exposição teve sua primeira realização no período de 25 de abril a 21 de maio de 2023 na Casa do Artesão Amapaense e na Casa Viva, ambas situadas na cidade de Macapá (AP). Ao longo de 1 mês foram oferecidas visitas guiadas, oficinas artísticas e mostra de cinema Cine Catraia de forma gratuita, tendo como um dos objetivos o alcance da comunidade escolar da capital a fim de debater sobre questões socioambientais a partir do viés das artes.

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral: Wellington Dias

Coordenação Administrativa: Otávio Oscar

Coordenação de Comunicação: Rayane Penha

Assistente de Produção: Raphael Brito

Coordenação de Relações Institucionais: Marina Beckman

Equipe Curatorial: Ellias dos Anjos, Joaquim Netto, Luciana Macedo e Wellington Dias

Equipe de Monitoria: Jéssica Thaís, Lucas Leal, Marcos Salles e Sâmea Fernandes

Consultoria de Monitoria: Ellias dos Anjos e Elba Figueiredo

Equipe de Montagem: Emerson Rodrigues, João Pedro dos Santos, Lucas Leal, Wallace Amaral, Elisângela Lobatto e Juliane Pantaleão

Oficineiras: Débora Bararuá, Mapige e Sereia Caranguejo

Arte Gráfica: Jomar Magalhães

Arte de Programa da Exposição: Xion

Edição de Áudios: Luan Macedo

Elaboração de QR code: Paulo Ferreira

Assessoria de Imprensa: Adryany Magalhães e Rita Torrinha

Edição de Vídeos: Brunna Silva e Jomar Magalhães

Locução de Vídeos: Brunna Silva, Sereia Caranguejo e Rodrigo Abreu

Artistas: Anderson Barroso, Isabel Viana, Ítala Viana, Sarah Marques, Tássia Malena, Ierê Papá, Wellington Dias, Patrícia Telles, Tania Alice, Thomas Dupall, Jamie Duncan, Alelson Santos, Ellias dos Anjos, José Correa, Alen Costa, David Limaverde, Adalton Baía, Bia Medeiros, Dig Ferreira, Luan Macêdo, Natália Lobo, Napoleão Guedes, Raphael Brito, Rayane Penha, Renato Vallone, Rodrigo Abreu, Sereia Caranguejo, Mapige, Anali Dupré, Débora Bararuá, Fany Magalhães, Raul Zito, Rafael Silva e Sebastião Neto;

Conselho Artístico Pedagógico: Anderson Barroso, David Limaverde, Isabel Viana, Ítala Isis, Ierê Papá, Sarah Marques e Raphael Brito;

Fotografias: Anderson Barroso, Dayane Oliveira, Diana dos Anjos, Everneiza Brito, Guto Iris, Isabel Viana, Raul Zito, Thales Lima e Thomas Dupall

Secretário da Associação Gira Mundo: João Pedro dos Santos

 

Esse projeto é uma realização da Associação Gira Mundo com apoio do ICS.

MOSTRA CINE CATRAIA

O Cine Catraia é um cine clube itinerante que nasceu no arquipélago do Bailique e promove as difusões do cinema brasileiro em comunidades brasileiras. Vinculado a Exposição Tecno Barca Bailique, foi realizado no Centro de Cultura Casa Viva, uma Mostra do Cine Catraia com uma seleção especial de filmes que compuseram a mostra realizada no Bailique, assim como também, a estreia do filme do diretor amapaense Waleff Dias, e exibição de "Marte Um" do diretor Gabriel Martins, longa indicado como representante brasileiro no Oscar 2023.

FICHA TÉCNICA

Curadoria Cine Catraia: Rayane Penha.

Cine Clubistas: Mariana Braga e Irlan Paixão.

Identidade Visual: Tami Martins.

Esse projeto é uma realização da Associação Gira Mundo com apoio do  ICS.

VIVÊNCIA JUNINA

O projeto foi realizado na Escola Estadual Igarapé Grande do Curuá, em parceria com a quadrilha Encanto Junino, atuante no Bailique. Participaram da Vivência Junina um público com uma faixa etária bem diversa, com pessoas com idades de 11 até 52 anos, sob a condução do bailarino e quadrilheiro Lucas Leal.

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral: Wellington Dias.

Produção: Elias dos Anjos.

Oficineiro: Lucas Leal.

Esse projeto é uma realização da Associação Gira Mundo com apoio do INSTITUTO UNIBANCO.

AÇÕES FORMATIVAS

Durante o mês de Agosto e Junho de 2023, a Associação Gira Mundo, por intermédio do projeto Tecnobarca, realizou Ações Formativas (Oficinas, Vivências e Palestras nas áreas de Meio Ambiente, Educação Ambiental, Empreendedorismo Sustentável e Eco-Arte) em escolas públicas nas comunidades periféricas de Macapá.

 

Foram 12 locais de atuação, determinados por bairros e comunidades, tais quais Perpétuo Socorro, Canal do Jandiá, Renascer e Pantanal (Macapá), e comunidades Itamatatuba, Igarapé Grande do Curuá, Ponta do Curuá, Limão do Curuá, Vila Progresso, Arraiol, Buritizal e Igarapé do Meio (Arquipélago do Bailique).

 

Ao todo, foram mobilizados 25 profissionais, dentre eles oficineiros, palestrantes, produtores e comunicadores. O projeto alcançou  cerca de 350 pessoas, dentre elas jovens estudantes, mães, crianças e idosos.

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral: Marin Beckman, Marília Nery, Arilson de Jesus.

Palestrantes e Oficineiros: Simone Karipuna, Janaína Silvestre, Valdenira J. dos Santos, Emarielle Pardal, Cauê Benício de Paula Rodrigues, Lana Nunes, Débora Bararuá, Marília Nery, Elias dos Anjos,  Camila Ferreira, Renata Freyre, Helson Monte, Sereia Caranguejo, Heloísa Nogueira Nascimento, Patrícia Andrade, Francisca Kaunna, Janaina Calado, José Simão, Laís Fernandes, Luciane Rabelo, Angela Maria Oliveira de Carvalho, Mapige Gemaque.

Comunicação: Jomar Magalhães, Bruna Silva, Irlan Paixão. 

Esse projeto é uma realização da Associação Gira Mundo em parceria com o ICS.

BAILIQUE REDE DE SABERES E CONEXÕES AMAZÔNICAS

O projeto vai proporcionar o total de 4 (quatro) oficinas  profissionalizantes à população do Arquipélago do Bailique, no Amapá.  Serão oferecidas oficinas de Comunicação comunitária (mídias sociais,  aplicativos e meios digitais), Publicidade e Propaganda, Empreendedorismo  consciente e Estratégias de Mercado para jovens, mulheres, populações  negras, LGBTQIA+ e pessoas com deficiência moradoras das comunidades  ribeirinhas do Arquipélago do Bailique (AP) a fim de capacitar uma rede de  apoio, serviços e empregabilidade desse público em parceria com  empreendedores, extrativistas e pescadores (as) que comercializam seus  produtos no Estado do Amapá e Pará.

 

As oficinas terão uma carga horária de 20 horas semanais, sendo 1 oficina por semana a serem ministradas por  profissionais atuantes no mercado de comunicação, marketing, estratégia de mercado e negócios com ampla experiência no contexto regional amazônico e externo. Cada oficina disponibilizará 30 vagas e será produzido também uma cartilha didático pedagógica com todos os conteúdos  ministrados para serem distribuídas nas escolas públicas do Arquipélago do  Bailique a fim de ampliar o alcance formativo das experiências do projeto.  

FICHA TÉCNICA

Coordenação de Produção: Wellington Dias

Produção Executiva: Lucal Leal

Assistente de Produção: Marília Maresia

Produtor Local Bailique: Elias dos Anjos

Oficineiras: Bruna Silva, Irlan Paixão e Vanessa Robinson

Fotos e Vídeos: Jomar Magalhães

Assessoria de Imprensa: Adryanny Magalhães

Designer Gráfico: Xion Algore

Barqueiro: Seu Rei

Esse projeto é uma realização da Associação Gira Mundo com patrocínio do Banco da Amazônia.